Exército: 40 anos de sonhos

Exército: 40 anos de sonhos - Lembranças, período de caserna, informações e alguns detalhes do Exército Brasileiro, OUT2014, do autor, 80p, tamanho bolso (14 cm X 10 cm).

Desde poucos anos de vida optei por seguir às Forças Armadas, primeiramente nas forças auxiliares (bombeiros), logo em seguida até os dias atuais imagino ingressar na carreira militar, mesmo sem haver a possibilidade efetiva deste sonho.

Possuo desde minha adolescência a vontade de ser paraquedista, e outras áreas das Forças Especiais. No meu período básico, além de ser um dos coordenadores do CFC, sonhava com o PELOPES e estava em treinamento no ano seguinte ao ingresso ao curso paraquedista. Também na adolescência iniciei muitos contatos com oficiais do Ministério do Exército (hoje MD).

Hoje, com 43 anos, tenho um contato constante com a caserna, em especial comemorações, que sempre que possível,  prestigio. Roque JR - 13JUL2014

Nas palavras do Ten. Cel. Alexander - Cmt 6ºBCom: Jovem idealista desde pequeno, historiador e dedicado estudante das lides castrenses, teve sua infância militar orientada pelo seu pai, Sr. Adelino, que norteou o Exército como farol e deixou correr, nos pensamentos e nas ações, a vontade de ver seu filho realizar seu sonho de ser militar.

COMPRE AGORA COM FRETE GRÁTIS

VERSÃO IMPRESSA - R$ 25,00

Enviaremos para seu endereço de cadastro no pagseguro após confirmação do pagamento.

A entrega acontecerá via Correios no prazo de até 14 dias após confirmação do pagamento.

 

A dedicatória do autor será para o nome "Destinatário"  no cadastro do sistema Pagseguro.

Bipolaridade e luta antimanicomial

Bipolaridade e luta antimanicomial, ABR2014, do autor, 76p, tamanho bolso (14 cm X 10 cm).

Citar convivências com pessoas em depressão e alta agitação, onde os extremos podem ser constantes. Excessos que comprometeram alguns aspectos do cotidiano do portador desse grave problema, interferindo indireta (e em alguns casos diretamente) na vida de parentes e amigos. “Receitas” que acho interessantes para a prevenção de fatores que influem o trabalho, o bem-estar e em especial a saúde e a própria vida do bipolar.

Ser bipolar é algo muitas vezes problemático, outras tantas agradáveis pelo que se faz. Mas a maior receita que deixo nesse livro é a necessidade de acompanhamento profissional e aceitar, pelo que está em zona de perigo, as medicações e as demais terapias necessárias para procurar ter uma “vida normal”. Se vida normal existe a alguém no mundo? Pois “De perto ninguém é normal!” do folder do Pró Saúde de Farroupilha-RS.

Viagem à Ilha

Viagem à Ilha, OUT2013, do autor, 72p, tamanho bolso (14 cm X 10 cm).

 

Dividido em duas partes: Guia de viagem que procura “dar um roteiro da Brigada de apoio a Cuba”, desde a confecção do passaporte até a programação na ilha caribenha; e a segunda parte relatos em forma de diário nas duas semanas que estive em Cuba e enviei meus relatórios quase que diários, aproveitando desses relatórios procuro transmitir muitas detalhes da Ilha. Por fim, muitas imagens que fotografei lá estão anexas à obra literária. O segundo volume está em fase adiantada de edição, há outros recortes de publicações em espanhol e Língua Portuguesa para vários livros. Tenho ainda recentes gravações com técnico cubano da equipe venezuelana de surdos. Sempre procurando destacar o tripé: educação, esporte e saúde da Ilha. Conseguindo um pouco mais de tempo explano sobre política e segurança cubana.

70 Anos da FEB: Dia da Vitória

“70 anos da FEB: Dia da Vitória (08MAI1945)”, AGO2015, do autor, 88p, ilustrado, tamanho bolso (14 cm X 10 cm); Financiado pelo "FUNDO MUNICIPAL DE CULTURA – FARROUPILHA CULTURAL" e "PREFEITURA MUNICIPAL DE FARROUPILHA".

A Força Expedicionária Brasileira marcou a História do Brasil e da própria II Guerra Mundial. Nessa obra relato depoimentos, transcrevo informações, tudo resultado de exaustivas pesquisas no assunto.

Muitas histórias tombaram com esses heróis, detalhes que fazem parte de poucos relatos literários, a BIBLIEx possui algumas gravações, vários livros sobre a Segunda Guerra e a FEB. Em meu entender é muito pouco a esses que deram parte de sua vida, ou ela por inteiro, à Nossa Pátria.

Quero, nessa obra, aproximar o leitor comum, que não tenha muita, ou nenhuma, ligação com o Exército Brasileiro e também merece saber sobre esses pracinhas que defenderam nossa Pátria, melhor, o mundo contra algo que certamente transformaria a vida num caos e mesmo a morte para muitos outros moradores de nosso país e do planeta.

 

Nas palavras do Ten. Cel. Alexander Eduardo Vicente Ferreira - Comandante do 6ºBCom: Nesta obra de Roque Júnior a Canção do Expedicionário soa mais alto e relembra o grande amor que o FEBiano tinha pela sua pátria e seu desejo constante em, pedir a Deus, que não permita morrer sem que volte para lá, o Brasil. Exalta os feitos do então sargento Nestor, em sua escalada do Monte Montese em busca da vitória. A propósito, Montese foi um dos combates mais sangrentos da história da FEB.

COMPRE AGORA COM FRETE GRÁTIS

VERSÃO IMPRESSA - R$ 25,00

Enviaremos para seu endereço de cadastro no pagseguro após confirmação do pagamento.

A entrega acontecerá via Correios no prazo de até 14 dias após confirmação do pagamento.

A dedicatória do autor será para o nome "Destinatário"  no cadastro do sistema Pagseguro.